Suárez pede desculpas e se compromete a não morder mais ninguém

Jogador publica carta oficial com pedidos de desculpas ao italiano Chellini

O atacante uruguaio Luis Suárez, suspenso pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) por nove partidas pela seleção uruguaia e por quatro meses de qualquer partida futebolística, assumiu ter mordido o jogador italiano Chellini na partida do dia 24, pediu desculpas ao colega de profissão e se comprometeu de que “um incidente como esse não voltará a acontecer por minha causa”. Leia a íntegra da carta publicada pelo jogador em seu perfil no Twitter:

Depois de alguns dias  em casa com minha família, eu tive a oportunidade
de recuperar a calma e refletir sobre a realidade do que aconteceu
na partida Itália x Uruguai no dia 24 de junho de 2014.
Independente das polêmicas e das declarações contraditórias que se produziram
durante esses dias, tudo isso sem a intenção de interferir no bom trabalho
de minha seleção, o certo é que meu companheiro de profissão Giorgio Chiellini
sofreu no lance que teve comigo os efeitos físicos de uma mordida e por isso:
– Me arrependo profundamente
– Peço perdão a Giorgio Chellini e a toda a família do futebol
– Me comprometo publicamente de que um incidente como esse não voltará a
acontecer por minha causa
Montevidéu, 30 de junho de 2014


COMENTÁRIOS