Presidente da Ucrânia acredita que “ato terrorista” derrubou avião da Malásia

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, acredita que a queda de avião da Malásia pode ter sido "ato terrorista"

KIEV (Reuters) – O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, acredita que um “ato terrorista” foi a causa da queda de um avião da Malásia na quinta-feira, disse seu assessor.

“Poroshenko crê que esse avião foi abatido: não é um incidente, não é uma catástrofe, mas um ato terrorista” disse Svatoslav Tsegolko.

Presidente ucraniano numa reunião em Kiev

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, numa reunião em Kiev 17 de julho de 2014. (REUTERS/Mykola Lazarenko/Pool)


COMENTÁRIOS