“Poderia ser”, diz Maradona, sobre ser técnico da Venezuela

O ex-técnico da seleção argentina viajará à Venezuela para se encontrar com o atual presidente, Nicolás Maduro

Com informações da Reuters

O ex-craque argentino, e polêmico, Diego Maradona informou nesta terça-feira que “poderia ser” o novo técnico a comandar a seleção venezuelana de futebol.

A Venezuela é a única equipe sul-americana que nunca se classificou para uma Copa do Mundo.

Quando quase conseguiram uma classificação ao Mundial, o então técnico César Farías renunciou ao cargo.

Apesar de alguns nomes locais estarem cotados para dirigir a seleção, a Federação Venezuelana de Futebol (FVF) não fez anúncios oficiais.

Maradona disse, quando questionado sobre se gostaria de ser técnico da equipe “Eu busco projetos sérios que possam dar segurança ao futebol venezuelano e creio que, se for feito com segurança, poderia acontecer”.

O ex-jogador viajará à Venezuela para se encontrar com o presidente Nicolás Maduro, após a Copa, embora a FVF seja a encarregada de escolher o novo técnico.

“Falaremos um pouco de tudo, inclusive da seleção”, disse em seu programa esportivo transmitido pela rede de televisão Telesur.

Com rumores em alta sobre o assunto, a calmaria veio quando informou que “não sabia de nada” sobre o assunto.

Apesar de ter sido um excelente jogador, quando comandou a seleção argentina não teve um bom desempenho, no Mundial da África do Sul, em 2010.

Ex-jogador argentino Diego Maradona

Ex-jogador argentino Diego Maradona durante coletiva de imprensa no Parlamento Europeu em Roma. 14/01/ 2014. (REUTERS/Giampiero Sposito)


COMENTÁRIOS