Israel aceita proposta de trégua humanitária temporária, dizem autoridades

Israel concordou nesta quarta-feira com uma proposta de trégua de seis horas das hostilidades na Faixa de Gaza por razões humanitárias

Reportagem de Allyn Fisher-Ilantr_rgb_pos_thumb

JERUSALÉM (Reuters) – Israel concordou nesta quarta-feira com uma proposta de trégua de seis horas das hostilidades na Faixa de Gaza por razões humanitárias, afirmou um alto funcionário israelense à Reuters.

O funcionário, que falou sob condição de anonimato, disse que ainda não havia sido decidido quando a trégua acontecerá. O Hamas não fez nenhum comentário de imediato.

O apelo foi feito por um funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU), disse a autoridade, confirmando reportagens da mídia israelense, pouco depois de o Hamas rejeitar um cessar-fogo proposto pelo Egito para acabar com a guerra de nove dias em que 215 palestinos e um israelense morreram.

Israel bombardeou dezenas de alvos na Faixa de Gaza nesta terça-feira, após uma onda de ataques palestinos com foguetes contra cidades do país, intensificando assim uma ofensiva contra o Hamas. (Foto: REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa)

Israel bombardeou dezenas de alvos na Faixa de Gaza nesta terça-feira, após uma onda de ataques palestinos com foguetes contra cidades do país, intensificando assim uma ofensiva contra o Hamas. (Foto: REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa)


COMENTÁRIOS