França vai ampliar resposta militar ao Estado Islâmico, diz Hollande

Estado Islâmico

Reportagem de Brian Amortr_rgb_pos_thumb

 

 

PARIS (Reuters) – O presidente francês, François Hollande, disse nesta quarta-feira que a França vai ampliar o seu compromisso militar na luta contra os militantes do grupo Estado Islâmico que tomaram o controle de partes do Iraque.

Em um comunicado divulgado depois que manteve uma reunião sobre o assunto, o gabinete de Hollande disse: “O presidente decidiu reforçar a resposta militar no local”.

O comunicado não deu detalhes sobre como o compromisso militar seria expandido.

“A França vai continuar a usar de todos os meios para apoiar a oposição democrática na Síria”, acrescentou o comunicado.

A França, depois de bombardeios dos Estados Unidos, recentemente começou também a lançar ataques aéreos contra militantes do Estado Islâmico que tomaram porções do norte do Iraque e têm a sua base na vizinha Síria.

Presidente da França, François Hollande, durante reunião do Conselho de Segurança da ONU, em Nova York. 24/09/2014. (REUTERS/Brendan McDermid)

Presidente da França, François Hollande, durante reunião do Conselho de Segurança da ONU, em Nova York. 24/09/2014. (REUTERS/Brendan McDermid)


COMENTÁRIOS