Eduardo Campos e Marina tem candidaturas oficializadas pelo PSB

Candidatos condenam Dilma e propõe governo que dialogue

Com informações do Estadão.com.br

Marina Silva e Eduardo Campos na convenção do Partido. (Foto: Reprodução / Twitter)

Marina Silva e Eduardo Campos na convenção do Partido. (Foto: Reprodução / Twitter)

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) formalizou hoje, na convenção do partido, a candidatura de Eduardo Campos e Marina Silva à presidência da República. Durante o evento Campos fez críticas ao governo de Dilma Rousseff. Em seu discurso, ele afirmou que é necessário romper com a velha política, e implementar um governo que dialogue com a sociedade para combater a corrupção.

Em meio a um videoclipe que mostrava a trajetória política dos candidatos, pode-se ouvir gritos como “Ei, Dilma, sai pra entrar Dudu” e “Ô Dilma, pode esperar, a sua hora vai chegar”. Laércio Benko, do PHS, afirmou que “o prazo de validade” de Dilma está acabado, enquanto Já Ovasco Resende, do PRP, afirmou que a aliança é “de verdade”.

A chapa “Unidos pelo Brasil” é composta pelo PSB, Rede Sustentabilidade, PPS, PPL, PRP e PHS.


COMENTÁRIOS